Benefícios do Brócolis: Entenda O Motivo Pelo Qual Você Precisa Ingerir Mais Este Vegetal

Que o brócolis é um alimento saudável, não restam dúvidas. Mas, será que podemos usar o brócolis para espantar o friozinho do inverno que está chegando?

Conforme prometemos ontem no instagram (@minhanutri), vamos postar aqui a receita de creme de fit de brócolis que vai te ajudar a manter a forma. Você pode apostar neste prato para o jantar, pois como a sua quantidade de carboidratos é baixa, vai dar aquele upgrade na sua dieta sem que você tenha que passar fome por isso.

Uma porção desta sopa é um superalimento, o brócolis tem muitos benefícios para a saúde. Seu nome botânico é brassica oleracea e é um vegetal crucífero da mesma família que a couve-flor, repolho, mostarda, agrião, rabanete, entre outros.

Um pouco sobre o Brócolis:

De acordo com o site Info Escola, os brócolis são cultivados há milênios, desde o Império Romano. Sua origem é européia e pode ser cultivado em diversas regiões e países por sua facilidade de cultivo. Eles costumam desenvolver bem quando expostos a uma temperatura entre 18 a 23 graus Celsius. Para quem não sabe, a China é o maior produtor mundial de brócolis, apesar de ser popularmente conhecido como brócolis americano.

“Rico em minerais, como o cálcio, potássio, ferro, zinco e sódio e composto por diversas vitaminas, como A, C, B1, B2, B6, K, bem como fibra alimentar, o brócolis é considerado um super alimento e de pouquíssimas calorias (100 gramas possuem aproximadamente 36 kcal). Além de tudo isto em sua composição, o brócolis também é conhecido por possuir propriedades anticancerígenas, por conter fitoquímicos como os compostos isotiocianatos. Pesquisas relatam que o consumo diário de brócolis evita doenças do coração, evita úlceras e gastrites”, segundo o site.

Para a nutricionista Luma Monteiro, o brócolis pode ser consumido de várias formas. “Refogado, no vapor, cru em saladas, grelhados ou até mesmo em cremes fitness como este que você vai receber a receita para não errar na hora de variar a dieta”, conta nossa especialista que ainda ressalta a importância de preferir sempre os alimentos orgânicos por serem mais saudáveis e nutritivos.

Receita do Creme de Brócolis Fit:

Fique tranquilo, não iremos mais fazer você esperar para ter a receita em mãos. Aproveite o frio, faça ainda hoje e mande a sua foto para a gente compartilhar no nosso instagram @minhanutri

  • 300 gramas de brócolis;
  • 1 talo de aipo picado;
  • 1 cebola picada;
  • 3 dentes de alho amassados;
  • 1 1/2 l de água;
  • azeite a gosto;
  • sal a gosto;
  • pimenta do reino a gosto;
  • cheiro verde a gosto.

Modo de preparo:

Você vai precisar lavar bem o brócolis e picar tudo em pedacinhos. Coloque todos ingredientes na panela de pressão com água e deixe cozinhar normalmente por 40 minutos. Depois, basta levar para o liquidificador e bater tudo, volte com o creme para a panela e deixe ferver. Sirva em seguida.

Quer aprender outras receitas saudáveis? Entre aqui e veja informações sobre o Curso de Culinária Prática da Minha Nutri!


4.51/5 104votos

Share This:

Benefícios do Ouro Líquido: Descubra Tudo Sobre o Ghee

O Ghee se tornou o mais novo queridinho entre as pessoas que buscam uma alimentação mais saudável, além daqueles que possuem intolerância a lactose, por se tratar de uma receita em que a mesma é retirada, transformando o Ghee em um óleo puro que tem como principal objetivo promover a saúde e a vitalidade.

Aqui no blog da Minha Nutri você vai descobrir exatamente tudo o que precisa saber sobre o Ghee, além de receber uma receita exclusiva da Yamuna, uma das empresas produtoras de Ghee e outros produtos naturais, mais sérias que conheci.

O Bernardo Sens e a Daiane Bortolon fazem um trabalho realmente incrível com a sua fábrica Yamuna. A Loja Virtual pode ser acessada aqui.

Mas, antes de ganhar a receita, gostaríamos de falar um pouco mais sobre este superalimento que tem atraído chefs de cozinha e o público em geral, afinal de contas, o Ghee, além de não ter lactose ou caseína, tem um sabor delicioso e versátil, podendo ser usado em diversas receitas tanto doces quanto salgadas ou até mesmo em biscoitinhos durante o lanche da tarde.

Clique Aqui Para Conhecer os Produtos Yamuna – Compre o Seu Ghee Aqui

 

Ghee: O que é e como funciona?

Ele pode ser chamado de Manteiga Clarificada, Ghi ou Ghee, porém, o que importa mesmo é que este tipo de alimento é utilizado há milênios pela medicina Ayurveda e na culinária indiana a fim de promover a saúde e por isso você não pode ficar de fora destas dicas.

Um dos seus principais benefícios é o fato de ser fonte natural de Ácido Linoleico Conjugado, CLA. Portanto, o seu consumo promove uma sensação de saciedade, bem como possui uma atividade anti-inflamatória com comprovações científicas.

Por conter uma excelente fonte de antioxidantes, o Ghee elimina os radicais livres do organismo, promovendo o retardamento do envelhecimento precoce da pele e a prevenção de diversas doenças, até mesmo tumores.

Vitaminas que você encontra no Ghee:

  • Vitamina A
  • Vitamina D
  • Vitamina E
  • Vitamina K

De acordo com o blog da Yamuna, “O ghee é composto por Triglicerídeos de Cadeia Média – TCM que são fonte energia imediata e de longa duração. Essas gorduras são digeridas e metabolizadas rapidamente pelo corpo e não são armazenadas, favorecendo consumo pelo músculo e diminuindo a degradação do glicogênio muscular, ou seja: contribui com potência e resistência durante o esforço físico! É a opção preferida pelos atletas que buscam rendimento e que não querem acumulo de gorduras no corpo”.

Para a nutricionista Luma Monteiro, o Ghee é uma ótima alternativa para promover a melhoria no trato intestinal, é benéfico para o fígado e inflamações gastrointestinais, combate a úlcera e a azia, fortalece o sistema imunológico e atua como coadjuvante no rejuvenescimento. Ou seja, além de cuidar da sua saúde, você também tem vantagens para a sua beleza, uma vez que o envelhecimento precoce das células da pele é minimizado.

“O Ghee pode ser usado em diversas receitas e é muito resistente ao calor, ou seja, demora para queimar na panela. Seu sabor e aroma delicado permite uma versatilidade grande na cozinha, a manteiga clarificada ou Ghee pode servir para o preparo de legumes, verduras, bolos, tortas, carnes, entre outros alimentos. Sem contar que é uma opção saudável e nutritiva”, ressalta a nutricionista.

Ficha Técnica Sobre o Ghee:

Mais conhecido como ouro líquido, este óleo é a gordura derivada do leite após total remoção da água e das suas partes sólidas. Este óleo puro é obtido por meio da manteiga da vaca, mas não é qualquer animal que pode dar um bom Ghee.

Os melhores produtos são aqueles que usam a matéria prima de vacas que comem capim ou ‘grass fed ghee’. Ou seja, para que o seu Ghee seja 100% bom, é preciso que venha de vacas de pastagem. Sendo assim é importante salientar que não existe Ghee vegetal. Este tipo de invenção não passa de marketing para manipular o público mais desatento.

O blog Yamuna ainda revela que por conta da estabilidade oxidativa do Ghee, ele apresenta ligações químicas estáveis entre suas moléculas, como toda gordura saturada, o que torna difícil a oxidação e a formação de radicais livres. “É uma das gorduras que apresenta maior smoke point: 252 C,  ou seja, pode ser aquecido a temperaturas mais altas de cozimento sem alterar suas propriedades, como acontece quando um óleo vegetal é aquecido, tornando-se tóxico para o organismo. Óleos vegetais comuns que encontramos no supermercado – girasol, soja, canola, milho e mesmo o azeite de oliva são óleos para serem utilizados frios pois são ricos em ácidos graxos insaturados, sensíveis a temperaturas e com baixa estabilidade oxidativa. Por isso o ghee é  indicado como um substituto saudável da manteiga e dos óleos vegetais”.

Principais Benefícios do Ghee:

  • É benéfico para o fígado;
  • Fortalece as defesas naturais do organismo;
  • É indicado para problemas gastrointestinais (é muito utilizado no tratamento de úlceras e colites);
  • Favorece a saúde dos pulmões;
  • Ajuda a melhorar a memória e tem sido estudado em doenças degenerativas;
  • É excelente para a digestão, pois estimula a produção de sucos gástricos;
  • Tem ponto de oxidação altíssimo, em 250ºC, ou seja, pode refogar fritar e cozinhar com ghee que ele não gera radicais livres.
  • Não tem lactose

Vale lembrar que nem todos os ghees não tem lactose, você deve conferir com os fabricantes. O ghee feito na cozinha Yamuna tem laudos e certificados de ensaio em laboratório garantindo a ausência de lactose. No entanto, o Ghee não é indicado para quem sofre de alergias severas porque pode conter traços de lactose, daí a importância de ler corretamente a rotulagem nutricional antes de comprar.

Quem tem intolerância à lactose pode consumir ghee feito em casa?

Precisamos entender que a eliminação da lactose pode não ser completa no processo caseiro. Não conseguimos dizer por aqui se você vai acertar na primeira ou segunda vez. Por isso, pessoas alérgicas à proteína do leite ou intolerantes devem ter mais cuidado em casa, ou comprar fabricantes confiáveis com laudo de procedência. Você pode solicitar o laudo da produção Yamuna através do e-mail contato@yamuna.com.br, por exemplo.

Agora que você já sabe tudo sobre os benefícios e vantagens de consumir o Ghee, vamos à receita exclusiva fornecida pelo Bernardo e Daiane?! Então prepare a caneta e o papel para anotar todas as dicas aqui:

RECEITA DE COMO FAZER GHEE:

Ingredientes:

500 gramas de manteiga SEM SAL,

Uma panela alta ou de fundo grosso de inox preferencialmente ou vidro.

Um filtro de pano tipo de café novinho

Modo de preparo do Ghee:

Na panela, coloque toda a manteiga e leve ao fogo baixo para que ela derreta lentamente. Calma, fogo baixo.

Cozinhe até formar uma espuma branca na superfície, boa parte dessa espuma é a lactose e água que começa a evaporar.

Retire a espuma lentamente com uma escumadeira ou colher grande, evite pegar a manteiga nessa etapa, só pegue a espuma.

Retire a espuma até ela sumir, várias vezes.

Depois de retirar absolutamente toda a espuma branca, deixe a manteiga descansar por umas 3 horas para que o restante dos sólidos decante para o fundo da panela.

Coe o líquido com o coador de pano e evite ao máximo pegar o que há no fundo da panela, que também é lactose e caseína.

Coloque em um pote de vidro, evite envasar em plástico para não liberar toxinas no seu alimento. Tampe o pote e conserve fora da geladeira.

Observações importantes sobre a receita de Ghee:

Rendimento – Há uma perda de aproximadamente 20-25% da manteiga para o ghee, ou seja, água, lactose e caseína compõem aproximadamente 25% da manteiga. A receita com 500g de manteiga renderá aproximadamente 400g de ghee ou menos. Prefira manteiga extra, a manteiga comum tem ainda mais água.

Outra dica que os fabricantes dão é que para saber se o Ghee realmente ficou bom, é preciso ficar atento quanto ao sabor. Ele deve ser suave e com um leve aroma de caramelo. Sua cor deve ser amarelo dourada e pastosa. Caso o Ghee não esteja bem feito, o sabor fica um tanto quanto rançoso, além de ficar com uma coloração amarelo escuro. Agora, caso o seu Ghee fique com pontinhos ou sujeirinhas como pó de café ou arenoso, descarte porque isso é indício de que a lactose não foi bem filtrada.

Existem outras maneiras de fazer o Ghee. No caso da Yamuna, por exemplo, hoje em dia, se usa métodos desenvolvidos de maneira exclusiva além de trabalharem com manteiga fresca que é feita por produtores e entregues no mesmo dia em que foi batida. Esta receita que você recebeu foi a primeira técnica usada pela Yamuna, aproveite!

Onde Comprar e Quanto Custa o Ghee:

Mas, se você não tiver muito tempo para fazer a receita em casa, afinal de contas ela não é tão rápida para preparar, contudo ainda quer ter os benefícios do Ghee para a sua vida, então você pode comprar no site oficial da Yamuna.

  • Ghee 160ml – R$ 18,20
  • Ghee 350ml – R$ 26,94
  • Ghee 3kgs – R$ 189,00

Maneiras de usar:

  • Culinária gourmet
  • Substituto da manteiga e óleos vegetais da culinária
  • Pães, bolos, doces e molhos
  • Massagem e tratamentos da Medicina Ayurveda
Clique Aqui Para Conhecer os Produtos Yamuna – Compre o Seu Ghee Aqui

 

Conte-nos como ficou a sua receita do Ghee e marque suas fotos no nosso instagram: @minhanutri

Referências e artigos interessantíssimos aumentar seu conhecimento:

1 – The effect of ghee (clarified butter) on serum lipid levels and microsomal lipid peroxidation

2 – Hypocholesterolemic effect of anhydrous milk fat ghee is mediated by increasing the secretion of biliary lipids

3 – Ghee: An Ayurvedic and Biochemical Treatise By: Catherine Robbins

4 – Ghee facts, uses and benefits

5 – Como fazer ghee, artigo escrito pela Daiane Bortolon no blog Sala de Ayurveda


4.51/5 104votos

Share This:

Você Sabe O Que São DTA? Descubra Tudo Aqui:

As Doenças Transmitidas Por Alimentos ou DTA são aquelas causadas por alimentos ou bebidas que estão contaminadas. Ou seja, tudo o que você ingerir e que estiver impróprio para o consumo, pode acarretar uma DTA. Dependendo da gravidade, provoca até mesmo a morte de uma pessoa.

De acordo com o Portal Saúde do Governo Federal, existem mais de 250 tipos de Doenças Transmitidas Por Alimentos e a sua grande maioria é de doenças infecciosas causadas por bactérias, vírus e parasitas. Além disso, outras doenças também podem ser desenvolvidas por conta de envenenamentos oriundos das toxinas naturais dos seguintes alimentos: cogumelos venenosos, toxinas de algas, peixes ou até mesmo alguns produtos químicos que contaminam o alimento quando entram em contato com o mesmo, tais como: agrotóxicos e chumbo, por exemplo.

Existe Vacina para tratar as DTAs?

Não existem vacinas para a maioria das doenças que envolvem as DTAs. Somente o Rotavírus que é indicado para crianças menores de 1 ano de idade e a hepatite A. De acordo com o Portal da Saúde, “as vacinas contra cólera e febre tifoide não possuem um alto poder imunogênico, sendo indicadas apenas para pessoas sujeitas a exposições excepcionais, como as que ingressam ou vivem em áreas de alta endemicidade”.

Turismo – Como Se Prevenir das DTAs em viagens?

Dependendo do lugar para onde você está viajando, pode ser que encontre locais não tradicionais no que tange a higienização dos alimentos, podendo ser, por muitas vezes, bastante precário. A venda de produtos artesanais ou caseiros que não são inspecionados pela Vigilância Sanitária pode causar algum tipo de reação devido à inocuidade dos alimentos.

Sem contar que a qualidade da água também pode ser um problema. Exatamente por este motivo que é preciso selecionar bem os locais onde serão feitas as alimentações, bem como procurar saber se as instalações onde você pretende fazer suas refeições fazem os procedimentos de manipulação e conservação dos alimentos, além da própria higiene pessoal, pois são os principais fatores de risco para ocorrência das doenças transmitidas por alimentos.

Entre as mais variadas infecções que podem gerar é comum que turistas tenham diarreias, mais conhecida como ‘diarreia dos viajantes’.

O Portal da Saúde sugere ao turista que observe as condições da água e dos alimentos comercializados antes de consumi-los e comer apenas os que têm boa procedência.

Tratamento Para as DTAs:

Segundo o Portal da Saúde: “após consulta médica, é indicada terapêutica específica de acordo com a suspeita clínica. Em todos os casos, é importante a reposição de líquidos, principalmente em crianças, idosos e imunodeprimidos que apresentam diarreia. Quando a diarreia é aguda, deve-se ingerir sal de reidratação oral, disponibilizado gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde, ou outras soluções de reidratação oral. As bebidas esportivas não compensam corretamente as perdas de fluidos e eletrólitos e não devem ser utilizadas. Agentes antiperistálticos são de pouca ou nenhuma utilidade em controlar diarreia, sendo contraindicados”.

Para mais informações, clique aqui.

 

Share This:

Comida Congelada Industrializada: Glutamato Monossódico e Ganho de Peso

De antemão podemos afirmar que sim, os alimentos congelados industrializados engordam. Um dos principais vilões para agravar a saúde das pessoas, bem como provocar o aumento de peso é o glutamato monossódico, mais conhecido como realçador de sabor.

Este componente é muito comum nos alimentos congelados industrializados, tais como lasanhas, frangos pré-cozidos, salgadinhos, pizzas e todos aqueles petiscos e lanches que encontramos na geladeira do mercado prontos para irem ao micrrondas ou forno. Além disso, o glutamato monossódico também está presente nas comidas de fast food e também na comida japonesa a fim de realçar o sabor e agradar o nosso paladar.

Para quem não sabe, o unami, palavra de origem japonesa, que tem o significado de ‘delicioso’ é o nome do quinto sabor descoberto pelo pesquisador Kikunae Ikeda, no século XX. O unami complementa os outros quatro sabores que já conhecemos: o amargo, azedo, doce e salgado.

Sendo assim, o glutamato monossódico é adicionado a estes tipos de alimentos a fim de fazer com que o unami seja ressaltado, para que todos sintam o sabor apetitoso dos alimentos congelados industrializados e continuem ingerindo-os de forma permanente, o que pode gerar uma série de agravamentos para a saúde.

Marque Aqui a Sua Consulta Com A Personal Diet Luma Monteiro – Atendimentos: Barra e Recreio

 

Riscos Para a Saúde das Comidas Congeladas Industrializadas:

No entanto, como sabemos, as comidas congeladas industrializadas são igualmente famosas por serem responsáveis por causar doenças cardiovasculares, aumentar a pressão arterial e provocar a obesidade. Fatores aos quais podemos responsabilizar a quantidade de sódio e de gordura saturada, respectivamente. Veja aqui como montar um lanche saudável para seu filho levar para escola.

De acordo com a nutricionista Luma Monteiro “se faz imprescindível prestar atenção nos rótulos dos alimentos. Se você perceber que o primeiro componente é açúcar, carboidrato ou gordura saturada fuja deles, pois é regra dos rótulos conter em ordem crescente os ingredientes que tem maior concentração no alimento, além do glutamato monossódico”, ou seja, quando você pega um produto no mercado e o primeiro ingrediente da lista é um destes descritos acima, não consuma, pois é problema na certa.

Se você ainda está se perguntando o motivo pelo qual o glutamato monossódico é um grande vilão, saiba que este componente possui uma alta concentração de sódio, agindo também como uma espécie de conservante para aumentar a vida de prateleira dos alimentos congelados, que possuem prazos de validade extensos justamente por este motivo.

Conheça aqui a lista de alimentos que contém glutamato monossódico:

  • Molhos e condimentos prontos, enlatados ou instantâneos
  • Caldos para carnes, aves e peixes
  • Alimentos em conserva
  • Comidas prontas e congeladas
  • Salgadinhos industrializados como batatas fritas, cheetos e nachos
  • Carnes e linguiças curadas e defumadas
  • Temperos e especiarias prontos e industrializados
  • Comida congelada
  • Ketchup
  • Proteína vegetal hidrolisada
  • Sopas em pó ou enlatadas
  • Realçadores de sabor como Ajinomoto
Marque Aqui a Sua Consulta Com A Personal Diet Luma Monteiro – Atendimentos: Barra e Recreio

 

Logo, uma vez que uma pessoa ingere um alimento super delicioso, fica realmente complicado deixar de comer, afinal de contas, quem é que não gosta do que é bom? Contudo, o vício de comer fast food e alimentos congelados, bem como a falta de tempo em que a sociedade contemporânea convive, devido a empregos, faculdades, entre outros, acabam nos fazendo optar pelo o que é mais fácil de preparar, então dentro deste contexto, fica realmente complicado brigar contra uma comida que é gostosa e fácil de fazer.

Apesar de toda a facilidade e praticidade que os alimentos congelados propiciam para uma pessoa, a questão da saúde é diretamente atingida, não obstante disso é que se começa a notar aumento exponencial de peso a partir desta dieta de alimentos congelados, bem como outros malefícios para a saúde, tais como:

  • Aumento do risco de obesidade infantil.
  • Problemas com infartos, AVC e hipertensão.
  • Aneurisma, demência e Mal de Azheimer.
  • Insuficiência renal crônica, retenção de líquidos.
  • Além de doenças respiratórias e alergias.
  • Palpitações, dores no peito e sudorese.
  • Dormência na boca e na garganta.

A nutricionista Luma Monteiro recomenda que se cortem os alimentos industrializados por serem ricos em gorduras, açúcares, conservantes ou corantes, tais como: refrigerantes, salsicha, mortadela, achocolatados, enlatados, sorvetes, e outros, se a pessoa quiser emagrecer e manter a saúde em dia.

Além disso, que se busque um profissional para elaborar um plano de alimentar personalizado conforme as necessidades de cada um, que seja capaz de nutrir corretamente um indivíduo, para que ele possa emagrecer com saúde dando prioridade aos alimentos in natura, que são os mais saudáveis e responsáveis por manter um corpo em seu peso ideal.

A nutricionista Luma Monteiro faz atendimento e consulta personalizada domiciliar ou empresarial  nas áreas da Barra da Tijuca e Recreio.O orçamento do Personal Diet pode ser solicitado através do número 21 97686-0843 (ligação ou WhatsApp).

Share This:

Estreia Live Culinária Prática Minha Nutri – Descomplique Sua Vida

Dicas para o dia a dia e tudo aquilo que você precisa saber sobre alimentação saudável e truques para facilitar a sua rotina e descomplicar a sua vida você vai encontrar nesta nova série de Lives que a nutricionista Luma Monteiro lança hoje, a partir das 17h, em sua Fã Page no Facebook: Minha Nutri.

Tem coisas que vão acontecendo quando estamos cozinhando e sequer percebemos que poderíamos mudar a forma ou a organização para otimizar as tarefas. Justamente por conta disso, muitas pessoas consideram que cozinhar é chato e demorado. Mude sua vida com Culinária Prática da assessoria em nutrição rj Minha Nutri.

Mas, agora você vai mudar a sua ideia quanto a esta questão, além de muitas outras que poderão contribuir para você descomplicar a sua rotina. Como por exemplo, algumas dicas infalíveis sobre técnicas que congelamento que poderão te auxiliar a cozinhar apenas um dia e suprir toda a sua demanda semanal.

Você também vai saber tudo o que ainda não te contaram sobre os cereais, o mundo das leguminosas, processos básicos de cocção, além de aprender a identificar e preparar carnes.

Fique de olho na programação Culinária Prática Minha Nutri:

01 de maio – Tipos de Alimentos: Orgânicos x Funcionais

02 de maio – Tipos de Alimentos: Diet x Light

03 de maio – Métodos de Conservação dos Alimentos: Calor x Frio

04 de maio – Métodos de Conservação dos Alimentos: Desidratados x Vácuo

05 de maio – Processos Básicos de Cocção: Calor x Úmido

06 de maio – Processos Básicos de Cocção: Calor x Seco

07 de maio – Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre o Ovo

08 de maio – O Mundo das Leguminosas

09 de maio – Viva os Cereais: O que Ainda Não Te Contaram – Cereais Integrais x Refinados

10 de maio – Hortaliças: Conceitos, Classificação, Amadurecimento e Armazenamento

11 de maio – Método de Conservação das Frutas

12 de maio – Carnes: Tudo o que você precisa saber para identificar e preparar

13 de maio – Gorduras e Óleos: Classificação

14 de maio – Métodos de Cocção e Decomposição + Clarificação da Gordura

15 de maio – Tipos de Açúcar, Açucarados e Adoçantes

16 de maio – Cacau x Chocolate

Fique de olho nas novidades e acompanhe as Lives para liberar presentinhos que serão enviados para nossos espectadores!

Descomplique a sua vida com a Culinária Prática Minha Nutri!

Share This:

Dia do Índio: O Que A Sabedoria Indígena Pode Nos Ensinar Quanto à Alimentação Saudável

Uma data marcada por lutas e reconhecimento: 19 de abril é Dia do Índio. Partindo desta informação, você sabia que a base de muitas receitas que o brasileiro come tem como fonte histórica o cultivo dos primeiros habitantes do nosso país?

Ervas e raízes são comumente usadas em cardápios salgados, doces e bebidas. São tantos exemplos que poderíamos ficar o texto todo citando um por um, mas fizemos melhor: resolvemos listar uma série de alimentos cultivados pelos índios muito antes do descobrimento do Brasil que tem benefícios para a nossa saúde, bem como auxiliam manter a nossa forma.

Uma maneira de mostrar aos leitores que não precisa gastar muito dinheiro para fazer dieta, basta fazer escolhas inteligentes.

Os Benefícios das Raízes e Tubérculos no Nosso Dia a Dia:

De acordo com a nutricionista Luma Monteiro, “o fato de as raízes se desenvolverem no solo, há uma quantidade muito grande de nutrientes nestes alimentos. Exatamente por este motivo é que não devemos dispensá-los em nossa dieta, muito pelo contrário, quanto mais presentes em nosso cardápio, mais saúde para nossa vida”, explica.

Inhame:

Versátil e nutritivo, você sabia que tem chefe de cozinha fazendo até sorvete de inhame? Para as mulheres o inhame é essencial, já que contém substâncias que melhoram os sintomas da menopausa e aliviam as dores das cólicas menstruais. Sem contar que a sua concentração de fibras também auxilia na digestão

Gengibre:

Usado em chás, saladas e molhos, o gengibre oferece muitos benefícios para a saúde, entre eles: tratamento de osteoporose, doenças cardiovasculares, combate gripes e resfriados, além de auxiliar na digestão e contribuir para amenizar dores de cabeça e processos inflamatórios.

Beterraba:

Rica em sódio, magnésio, cálcio, zinco, ácido fólico, fósforo e ferro, além de ser composto por vitaminas como a A, C e niacina. Entre seus principais benefícios está a sua capacidade antioxidante que retarda o envelhecimento precoce da pele, elimina os radicais livres, prevenindo uma série de doenças graves, tais como o câncer.

Batata Doce:

Verdadeira amiga de quem pratica atividades físicas, uma vez que a batata doce tem a capacidade de ajudar no processo de aumento de massa muscular magra, oferecendo também mais energia e disposição para treinar. Sem contar que é rica em fibras que contribui para a melhoria do sistema digestivo e por possuir um baixo índice glicêmico, a batata doce evita picos de insulina.

Aipim:

Super popular no prato do brasileiro, o aipim é uma fonte de carboidrato complexo que oferece energia para quem pratica atividade física, exatamente por este motivo que ele é um bom alimento para ser ingerido como pré-treino. Existem várias receitas que podem incluir o aipim, mas é preciso ter cuidado no exagero do consumo, pois assim como ele pode ajudar no emagrecimento, ele também pode surtir o efeito contrário caso haja uma sobrecarga da ingestão do mesmo.

Batata Baroa:

Como é rica em fibras, a batata baroa proporciona uma maior sensação de saciedade, o que é muito importante para quem está pensando em emagrecer. Além disso, também é uma boa alternativa para quem treina, já que seus carboidratos oferecem energia, além de vitaminas do complexo B. Estudos comprovam que a batata baroa possuem antioxidantes que atuam como antienvelhecimento.

Receita: Faça uma Tapioca de Inhame Deliciosa!

GNT

Para quem gosta de receitas diferentes, essa aqui vai arrasar!

Vai uma tapioca de inhame ai? Aproveite os benefícios desta raiz e faça um lanche saudável com toda a sua família.

Ingredientes:

  • Inhame
  • Sal a gosto
  • Pimenta e ervas desidratadas
  • Recheio para pastinhas

Modo de preparo:

Escolha os recheios da sua tapioca de inhame, você manda!

Rale o inhame cru, misture os temperos e com um fio de azeite sobre uma frigideira quente, despeje a misturinha. Faça como se você estivesse preparando uma tapioca.

Prepare recheios diversos e sirva. Certamente é uma boa opção de lanche saudável e vai agradar o paladar de todos.

5 ideias para fazer uma Mini Horta na sua casa:

Já que o assunto do texto perpassa pelo cultivo de alimentos, que tal você se inspirar nestas ideias para fazer uma pequena horta na sua cozinha? Não é preciso ter muito espaço para ter boas ideias, sem contar que são boas alternativas amigas da natureza e sustentáveis, veja:

  • Latas: sabe aquelas latinhas de chá, massa de tomate, milho, ervilha, entre outras que compramos no mercado? Elas podem ser ótimos recipientes para plantar temperos.
  • Canecas: de porcelana, de plástico… Elas podem ser transformar em lindos vasinhos que dão um charme a mais para a sua cozinha.
  • Garrafas Pet: a criatividade é livre, sem contar que você ainda ajuda a natureza. Existem projetos incríveis usando garrafas pets para plantar, cultivar e reaproveitar a água da chuva.
  • Vasos: você já pensou em fazer uma horta vertical? Para quem mora em apartamento é uma ótima opção e existem vasos próprios para isto e você pode colocar na sua varanda sem ocupar muito espaço. Sem contar que fica lindo.
  • Caixas: sabe aquelas caixas descartadas pelos feirantes? Elas podem dar uma boa horta horizontal ou vertical. E você pode personalizar tudo e deixar a sua cara.

Se animou para iniciar o seu projeto de horta caseira?

A sabedoria indígena pode nos favorecer em muitos aspectos. Tornar a sua vida mais saudável é uma questão de escolha, só depende de você!

Se você já possui um projeto de horta em casa, mande para a gente. Iremos adorar publicar as suas ideias no nosso instagram: @minhanutri  🙂

Share This:

O Chocolate Faz Bem à Saúde: Você Só Precisa Fazer a Escolha Correta

O chocolate, se não é preferência unânime nacional, está perto disso. Quem é que não se derrete por uma barrinha desta iguaria não sabe o que é engordar feliz! Brincadeiras à parte, o que queremos mostrar neste artigo é que dá para comer chocolate e ainda tornar este hábito saudável para a vida. No entanto, não é comprando qualquer um que se consegue chegar a este objetivo.

Para isso iremos deixar você com água na boca com tantas dicas sobre os benefícios do chocolate. Acompanhe esta deliciosa viagem e descubra quais são os tipos de chocolate certos que irão te ajudar a manter a forma e aumentar a qualidade de vida.

É claro que você sabe que a matéria prima do chocolate é o cacau…

Mas, será que você faz a escolha certa na hora da sua compra? Quantas vezes você já parou para prestar atenção na embalagem do seu chocolate preferido para saber se ele tem uma porcentagem adequada de cacau, o suficiente para torná-lo mais saudável?

É nisso que devemos nos ater. Talvez a maior diferença entre o chocolate que engorda e o que faz bem para a saúde é a porcentagem desta matéria prima essencial para a manutenção da saúde do organismo de um indivíduo.

Estudo científico publicado no periódico Brazian Journal Of Food Technology, de julho a setembro de 2011, “Polifenóis em cacau e derivados: teores, fatores de variação e efeitos na saúde”, revela que já o cacau já era considerado um medicamentos no século XVI, usados pelos europeus para tratar doenças, problemas digestivos, insônias e inflamações. “A epicatequina é o componente ativo do cacau e é responsável pelos efeitos benéficos à saúde vascular e a ele associados”, segundo artigo científico.

Além destes benefícios, o cacau também tem uma capacidade antioxidante que reage facilmente com o DNA, eliminando os radicais livres e prevenindo doenças como câncer, aterosclerose, injúria da mucosa gástrica e envelhecimento.

Ou seja, além de prevenir doenças graves, o cacau também atua contra o envelhecimento precoce das células da pele. Não é à toa que o chocolate tem sido componente principal de diversos tratamentos e produtos de beleza. E, dentro deste contexto, tem feito a cabeça de muitas mulheres.

Mas, não somente por conta dos produtos de beleza, mas porque o cacau também e responsável por liberar hormônios que provocam sensação de felicidade e bem estar, por isso que é muito comum vemos as mulheres, durante período menstrual, desejarem comer uma barrinha de chocolate.

Ficha Técnicas Sobre os Benefícios do Cacau:

  • Combate o envelhecimento precoce.
  • Previne doenças por conta da sua ação antioxidante.
  • Possui atividade cardioprotetora.
  • Auxilia na cicatrização dos ferimentos.
  • Benéfico no tratamento de beleza.
  • Combate à insônia e inflamações do organismo.
  • Diminui o aumento da pressão arterial.
  • Elimina problemas digestivos.
  • Proporciona sensação de bem estar e felicidade.

Para a nutricionista Luma Monteiro, da assessoria em nutrição Minha Nutri, comer chocolate não é um problema, desde que seja os amargos com pelo menos 70% de cacau em sua composição. “Do contrário não haverá estes benefícios para a saúde, já que é o cacau responsável por todos eles. Quando adicionado açúcar e leite nas barras de chocolates, todas estas vantagens vão se perdendo, pois a porcentagem de cacau vai diminuindo, dando espaço para a entrada das calorias provenientes do leite e do açúcar”, comenta.

Ou seja, chegamos ao ‘xis’ da questão. Por isso que é muito comum ouvirmos falar que o chocolate engorda, afinal de contas, a versão feita com leite e açúcar, os famosos chocolates ao leite, é que são os mais consumidos.

No entanto, segundo a nutricionista Luma Monteiro, se uma pessoa ingerir cerca de 30 gramas diárias de chocolate amargo (70% ou mais) não haveria problema, desde que esta mesma pessoa tivesse inserida em um bom plano de reeducação alimentar e praticasse atividades físicas.

O que podemos concluir que o problema não é com o chocolate e sim com os hábitos alimentares das pessoas que fazem escolhas equivocadas.

Aproveite que a Páscoa está chegando e comece a colocar em prática todas estas dicas e aposte nos Ovos de Páscoa amargos ou meio amargos. Quem cuida da saúde ganha sempre mais!

Share This:

Festa Infantil: Como Montar Um Cardápio Saudável e Saboroso Para Crianças e Adultos

Alimentação infantil é sempre um dilema para os pais. Se de um lado queremos dar as comidas mais saudáveis possíveis, por outro precisamos ceder em algum momento porque não tem jeito, as guloseimas existem e mais cedo ou mais tarde nossos filhos entrarão em contato com elas. Mas, você sabe como equilibrar tudo isso?

Para a nutricionista Luma Monteiro, da assessoria em nutrição Minha Nutri, não transformar momentos de comer uma besteira ou outra em hábitos é o fundamental. Nenhuma criança, por mais centrada que seja, fica sem experimentar alimentos menos saudáveis e isso, de certo ponto é até bom, pois essa receptividade  nos permite realizar diversos experimentos, deixando a criatividade fluir e preparar lanches e refeições como almoço e jantar em algo interessante que instigue a curiosidade e vontade também por comidas nutritivas e que fazem bem para a saúde.

Equilíbrio sempre:

As festas infantis parecem –  um primeiro momento – ser grandes vilãs dos pais que lutam para manter o filho longe das guloseimas. Cachorro quente, pizzas, hambúrgueres, salgadinhos, refrigerantes, bolo, brigadeiro e por aí vai! Inclusive para eles próprios, já que muitas mamães e papais não querem e nem pretendem fugir da dieta durante as festividades. Mas, por conta de falta de opções acabam sucumbindo às tentações.

Mas, e se você fosse a uma festa que tivesse como filosofia uma alimentação saudável sem deixar de lado o sabor e a ludicidade para chamar atenção das crianças? Por muitas vezes o comodismo não nos permite enxergar outras possibilidades e acabamos encomendando todo o buffet sem pensarmos com uma visão crítica de que pode ser visto de outra forma.

Foi pensando exatamente nisso que a Luma Monteiro, que já vem há uma semana com seus lives ao vivo no Facebook, diariamente, às 15h, chamado 24 Atitudes Magras, onde a nutricionista mostra que o mais importante não são as dietas malucas que nos são propostas pela internet e demais meios de comunicação, mas sim as atitudes inteligentes que todos somos capazes de tomar. Então, ela resolveu compartilhar todo o cardápio da festa do seu filho Efraim, que fez aniversário neste último domingo, dia 12 de março.

O planejamento, sem dúvida, é uma das partes mais importantes. Não adianta de um dia para outro, com o compromisso de uma festa a ser realizada, você querer decidir tudo o que vai fazer sem consultar os custos, material, ingredientes, tempo de preparo, entre outras coisas. O cardápio da festa do Efraim foi realmente simples em sua essência, porém grandioso no que diz respeito a filosofia de vida da família.

Claro que a festa é infantil, mas os pais também vão degustar os quitutes, concorda comigo? Por isso que agradar a gregos e troianos faz parte da brincadeira. Fazer um cardápio voltado para os adultos também é interessante e deixa tudo mais leve.

Cardápio da Festa:

  • bolo de pão de queijo com chia
  • cupcake de maçã com chia
  • cupcake vegano de cacau
  • folhado de ricota, cenoura e azeitona preta
  • biscoito polvilho
  • rosquinhas doces
  • pastinhas: feijão branco com beterraba, babaganouche e musse de atum
  • frutas variadas
  • torta de legumes com linguiça
  • gelatina colorida com frutas
  • salada de lentilha colorida
  • sucos diversos
  • Quibe de forno sem carne (quibe de abóbora, couve flor e proteína texturizada de soja)
  • entre outros

Fotos Das Receitas Exclusivas Desenvolvidas Pela Luma Monteiro:

Gelatina Colorida com Frutas
Água Aromatizada
Torta de Legumes com Linguiça
Bolo de Pão de Queijo Com Chia
Cupcake de Maçã Com Chia
Folhado de Ricota, Cenoura e Azeitona Preta
Frutas Diversas
Pasta de Feijão com Beterraba, Babaganouche e Musse de Atum
Biscoito Polvilho
Salada de Lentilha Colorida com Lombo, Carne Seca Desfiada, Cebola Roxa, Cenoura, Abobrinha, Azeitona e Cebolinha
Quibe de forno sem carne (quibe de abóbora, couve flor e proteína texturizada de soja)

 

E vocês, gostaram do resultado? Espero que gostem do cardápio e adaptem nas próximas festas dos filhos!

 

Assessoria de Imprensa Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

Share This:

Benefícios das Amêndoas: para que serve, como usar na dieta e receitas para incluir no seu cardápio

A amendoeira é uma árvore da família Rosaceae e a semente de seu fruto é a amêndoa, nossa oleaginosa da semana. Muito comum em receitas de confeitaria, por conta de seu sabor levemente adocicado, as amêndoas são uma excelente fonte de proteínas, fibras, vitaminas e gorduras saudáveis para o corpo humano.

Entretanto, deve-se consumir com moderação, pois as amêndoas também são ricas em calorias, o que pode prejudicar uma dieta de emagrecimento. Portanto, é imprescindível, antes de incluir esta oleaginosa em suas refeições, procurar orientações de um nutricionista para que ele possa traçar um plano alimentar em que as amêndoas serão usadas de maneira segura e efetiva para a sua saúde e objetivos.

Principais benefícios das amêndoas:

 

  • Sua fonte de fibras é importante para manter o intestino regulado.
  • Ajuda a manter a sensação de saciedade, inibindo os ‘belisquetes’ fora de hora.
  • Produtos de beleza feitos com amêndoas mantém a hidratação de cabelos e pele.
  • As amêndoas são fonte de cálcio, o que reduz o risco de osteoporose.
  • Estas oleaginosas contribuem para o emagrecimento e também no ganho de massa muscular.
  • Confere mais energia e disposição para o corpo.
  • Comer amêndoas reduz o colesterol ruim (LDL) e aumenta o bom (HDL).
  • Controla o nível de açúcar no sangue, o que é benéfico aos diabéticos.
  • Ricas em vitamina E e antioxidantes, o que aumenta a memória e elimina radicais livres.
  • Previne contra doenças como o Mal de Parkinson e previne o declínio cognitivo.

Para quem as amêndoas são indicadas?

– Diabéticos, por conta da capacidade de diminuir a taxa de açúcar no sangue e prevenção de complicações da doença.

– Doentes do coração, pois as amêndoas reduz o colesterol ruim (LDL) e eleva o bom (HDL). De acordo com a Luma Monteiro, nutricionista da Minha Nutri, as amêndoas beneficiam problemas cardiovasculares, pois as gorduras ruins vão acumulando no organismo, entupindo as artérias e formando placas. Estas placas podem se soltar e provocar infartos e demais problemas no coração.

– Quem está querendo perder peso: claro que as amêndoas não vão fazer o trabalho sozinho, ela é uma alternativa de perda de calorias, pois ajuda a manter a saciedade e regula o intestino. Desde que seja usada com moderação, por isso que é importante ter uma opinião de um especialista da sua confiança.

– Quem quer dar um upgrade na memória, já que a vitamina E, presente em sua composição, ajuda a aumentar o desempenho cerebral e prevenir contra doenças relacionadas à cognição.

– Para quem tem ou quer prevenir a osteoporose, pois a sua fonte de cálcio é rica, cerca de 45mg em uma porção de 100g.

Efeitos negativos das amêndoas:

Conforme dito anteriormente, as amêndoas são calóricas e se forem usadas de uma maneira descontrolada, pode prejudicar a dieta de emagrecimento.

Onde Posso Comprar as amêndoas?

Atualmente existem muitos lugares que vendem este tipo de oleaginosa. Mercados, padarias, lojas de produtos naturais e até mesmo lojas virtuais vendem os pacotinhos ou snacks de amêndoas. Também tem a opção de comprar o mix de castanhas – a venda em estabelecimentos – que vem com diversos tipos de nuts para compor receitas, etc.

O preço médio do quilo das amêndoas é de: R$60,00. Mas, você pode comprar pacotes menores com 200 gramas, por exemplo, a um preço – aproximadamente – de R$17,00. Os valores devem variar de acordo com a marca. Estas informações foram retiradas de uma média das principais marcas que são comercializadas nos mercados.

O benefício do leite de amêndoas:

Se você é vegano e não ingere produtos de origem animal, tem no leite de amêndoas uma ótima opção de ingerir esta bebida e incluir em diversas receitas como bolos, tortas e até mesmo queijos. Aqui na Minha Nutri você vai ter acesso à receita de como fazer leite de amêndoas e também vai aproveitar as fibras que restarem deste processo para fazer um delicioso queijo vegano.

Pegue o papel e caneta para anotar a nossa receita!

Leite de amêndoas:

– 250g de amêndoas

– 500ml de água mineral

Modo de preparo:

Deixar as amêndoas de molho na geladeira, de um dia para outro. No dia seguinte, lavar todas as amêndoas e colocar 500ml de água mineral nova no liquidificador junto com as amêndoas e bater. Por fim, com a ajuda de um coador, separar as fibras do líquido. O leite está pronto.

Você pode usar o leite para fazer bolos, tortas e em qualquer receita que leve o leite de origem animal. Basta substituir.

Mas, o que fazer com estas fibras que sobraram? Sim, o queijo vegano!

Você tem duas opções, quando for bater as amêndoas, você pode retirar a casca antes para o queijo ficar branco ou deixar as cascas para dar um aspecto mais rústico. O sabor não interfere em nada, é mais uma questão mesmo de estética.

Queijo vegano de amêndoas:

Ingredientes:

– As fibras que sobraram do leite (retirar o excesso de líquido)

– 2col de sobremesa de óleo de coco

– 2col sobremesa de azeite

– 1col sopa de temperos desidratados

– sal, páprica defumada, alecrim e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Cobrir uma forma com filme PVC (você pode colocar no fundo um pouco de alecrim para decorar), misturar previamente os ingredientes, despejar na forma e acondicionar por 12 horas na geladeira para os sabores apurarem e o queijo ficar consistente.

Dica Minha Nutri:

Se você malha, pode usar o leite de amêndoas no preparo de suplementos. Veja aqui a dica:

– 1xic de leite de amêndoa

– 1medida dosadora de whey protein

– 3g de creatina

Só bater no liquidificador e pronto!

Gostou das dicas e benefícios das amêndoas? Curte e compartilhe o blog com seus amigos.

Assessoria de Imprensa Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

Share This:

Benefícios do Amendoim para a saúde do corpo e da mente

Essa semana nós vamos iniciar uma série chamada ‘Aproveitamento Integral dos Alimentos’ e conforme damos spoiler nas redes sociais da Minha Nutri, na sexta-feira passada, falaremos sobre o amendoim, seus benefícios e como aproveitar cada parte desta oleaginosa, incluindo as fibras e cascas.

Alerta: Este texto está recheado de receitas e informações nutritivas para você se inspirar na cozinha e ainda aprender um pouquinho mais sobre sustentabilidade e a importância de aproveitar os alimentos, pois o que você pode estar jogando no lixo, poderá se transformar em iguarias que nem mesmo você vai acreditar!

Fique de olho nestas dicas e anote a receita de leite de amendoim que fizemos para você!

O que é o amendoim?

Todo mundo sabe o que é amendoim, mas será que todos entendem de onde ele veio e qual é o seu grupo alimentar? Pois bem, o amendoim faz parte do grupo das oleaginosas e, muito embora ele seja um pouco esquecido entre as alternativas naturais e nutritivas deste grupo alimentar, o amendoim é também parte da classe botânica das leguminosas, assim como a lentilha, ervilha e feijão.

Se comparado com outros tipos de oleaginosas, como as amêndoas, castanha do caju ou nozes, o amendoim pode ser encontrado a um preço mais acessível no mercado e as suas vantagens não se resumem a apenas o valor do produto. Veja aqui os principais benefícios:

Benefícios do Amendoim:

 

  • Perda de peso: no que tange ao emagrecimento, o amendoim pode ser uma boa alternativa para introduzir na sua dieta porque ele tem a capacidade de acelerar o metabolismo, o que é ideal para manter a forma, principalmente se você pratica atividades físicas.

 

  • Ajuda na construção muscular: sua fonte proteica é rica em aminoácidos, se tornando extremamente válido para quem quer ter crescimento e desenvolvimento muscular. Obviamente, se alinhado com práticas de atividades físicas regulares.

 

  • Alto valor proteico: uma porção de 15 gramas de amendoim, que corresponde a 1 colher de sopa, possui 3,5 gramas de proteínas, ou seja, para quem está em dieta low carb, esta oleaginosa pode ser uma alternativa natural de variar nas receitas para não perder o foco.

 

  • Protege contra o Alzheimer: já para a memória, o amendoim também é muito importante, pois além de aumentar o fluxo de sangue para o cérebro, a presença da vitamina B3 também atua no aumento do desempenho cerebral, mantendo em dia as funções cognitivas e, consequentemente, prevenindo contra o Mal de Alzheimer.

 

  • Antioxidantes em sua composição: os antioxidantes que compõem a estrutura química do amendoim, como a vitamina E, age diretamente na eliminação dos radicais livres, o que previne contra o câncer e retarda o envelhecimento precoce das células da pele, proporcionando rejuvenescimento e mais qualidade de vida.

Amendoim e diabéticos:

De acordo com a nutricionista e empresária da assessoria em nutrição Minha Nutri, Luma Monteiro “o amendoim tem um baixo índice glicêmico, possui menos carboidrato, absorção lenta no organismo e uma concentração maior de fibras. Para quem tem diabetes, por exemplo, receitas com amendoim pode ser uma alternativa nutritiva e saborosa para incluir com moderação na dieta. Ele é benéfico porque não aumenta a taxa de glicose no sangue, além de ser bom para a digestão, pois as suas fibras atuam para melhorar o funcionamento do intestino e dão saciedade por mais tempo”, ressalta.

Aproveitamento Integral do Amendoim:

Com um pacote de 500 gramas de amendoim dá para fazer diversas receitas que vão te deixar com água na boca. Uma delas é o leite de amendoim, que é uma opção vegetal para quem tem intolerância à lactose ou é vegano. Fazer o leite de amendoim é muito simples, veja aqui:

Ingredientes:

– 250 gramas de amendoim sem sal

– 500 ml de água mineral

Modo de preparo:

 

 

Colocar o amendoim de molho e deixar descansando na geladeira de um dia para o outro. No dia seguinte, retirar toda água do molho, colocar o amendoim no liquidificador ou processador com a água mineral. Bater tudo e, com a ajuda de um coador, separe o líquido das fibras.

Você pode usar o leite de amendoim no preparo de bolos, panquecas, pães e qualquer outra receita para substituir facilmente o leite de origem animal.

E a fibra que sobra? Pode virar farinha de amendoim e compor outras diversas receitas – que vocês verão aqui ao longo da semana. Fique de olho no vídeo que preparamos para você e que vai ser publicado na quinta-feira, dia 19. Lá você vai ver a Luma Monteiro preparando delícias com o amendoim e o melhor de tudo: barato, nutritivo e com 100% de aproveitamento.

Se você gostou desta receita de leite de amendoim e vai fazer em casa, nos envie a sua foto do preparo. As melhores fotos vão ser publicadas nas redes sociais da Minha Nutri com a receita na íntegra e o nome do participante.

Para enviar é simples, nos mande um e-mail para: admin@blog.minhanutri.net

 

Assessoria de Imprensa Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

 

Share This: