5 Alimentos Ricos em Sódio: Combatendo à Hipertensão

Uma alimentação rica em sódio e gorduras é um dos principais fatores que elevam a pressão arterial de uma pessoa. Além disso, o sedentarismo, tabagismo, ingestão de bebidas alcoólicas e alterações psicológicas também podem desenvolver a hipertensão.

Prevenir a hipertensão é a maneira mais eficiente de manter a saúde em dia, bem como eliminar os ricos de desenvolver doenças cardiovasculares mais graves. Em comemoração ao dia 26 de abril, que é considerado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, a Minha Nutri abordará os 5 alimentos que são ricos em sódio e dará dicas para você manter hábitos mais saudáveis e cuidar melhor da sua saúde.

Veja também como manter uma dieta saudável para gestantes aqui.

Diferença entre Sódio e Sal:

Muito embora pareça a mesma coisa, sódio e sal não são iguais.O sal de cozinha é composto de sódio (Na) e Cloro (Cl), ou seja, o sal é feito de Cloreto de Sódio e esta combinação é o e confere o sabor salgado nos alimentos, motivo pelo qual o sódio é usado como conservante em doces sem interferir no seu sabor, pois somente quando ele é combinado ao cloro é o que o torna salgado.

Sendo assim, nos rótulos dos alimentos a quantidade especificada de sódio não é o mesmo que sal. É preciso nos atentarmos que 1 grama de sal tem 400 mg de sódio.

5 Alimentos Ricos em Sódio:

Temperos Prontos: A correria do dia a dia, por muitas vezes, nos impede de termos tempo de cozinhar com mais calma e por isso costumamos ser práticos e usamos os temperos prontos para evitarmos ter de descascar cebola, alho e outros. No entanto, o nível de sódio deste tipo de produto é tão elevado que equivale, em média, a três colheres de sopa de sal. Exatamente por este motivo que os hipertensos têm problemas com os temperos prontos, portanto, é importante evitar o consumo deste item, até mesmo quem não tem hipertensão, pois pode acabar desenvolvendo devido à ingestão excessiva do mesmo.

Comidas Instantâneas (macarrão, sopas, etc): Este tipo de comida pronta precisa ser conservada para que a sua validade e tempo de prateleira seja prolongada. Uma técnica usada pela indústria de alimentos é usar o sódio para conservá-los. Justamente por este motivo que se devem evitar as comidas instantâneas. Comer um alimento deste tipo equivale a ingerir cerca de duas colheres de sopa de sal, prato cheio para elevar a pressão arterial de uma pessoa.

Alimentos Congelados (lasanhas, frangos empanados, nuggets, etc): Quem não tem tempo de cozinhar acaba escolhendo os alimentos congelados para levar como marmita para o trabalho ou matar a fome depois que chega a casa. No entanto, este tipo de comida é um grande problema para quem é hipertenso e até mesmo para quem não é, pois a quantidade de sal e gorduras é tão elevada que além de provocar danos para o coração, também engorda. Muitos casos de obesidade infantil estão relacionados aos alimentos congelados. Um pedaço de lasanha (300g) congelada equivale a duas colheres de sopa de sal.

Embutidos, Processados e Enlatados: Quem é que não pensa em fazer um patê para o lanche da tarde, um cachorro quente, comer um pão com mortadela ou salaminho? São alimentos gostosos, mas que devem ser evitados, pois possui uma grande concentração de sódio e outros conservantes. Só para se ter uma ideia, 4 salsichas equivalem a 2 colheres se meia de sopa de sal. Ou seja, não faz nada bem para a saúde.

Refrigerantes e Sucos de Caixinha: Muito embora as pessoas costumam a associar a presença de sódio em alimentos salgados, a indústria de alimentos usa sódio em doces também. Não somente em refrigerante ou em sucos, mas em sobremesas, inclusive. Por isso que todo o cuidado é pouco, principalmente aos refrigerantes que são zero açúcar, pois a concentração de sódio é ainda maior. Por isso que o indicado é a ingestão dos sucos 100% integrais ou optar por fazer o seu suco em casa, diretamente da fruta ou sua polpa.

De acordo com a nutricionista Luma Monteiro, a assessoria em nutrição Minha Nutri, “é muito importante que uma pessoa repense seu estilo de vida, pois esta é realmente a atitude que vai estimular o paciente hipertenso a diminuir os níveis da pressão arterial. Uma alimentação livre dos conservantes, gorduras e sódio, bem como as práticas de atividades físicas são comprovadamente capazes de reduzir a hipertensão. Logo, manter hábitos de vida saudáveis é maneira correta de minimizar os riscos de doenças cardiovasculares”, ressalta.

Padrões Alimentares Adequados Para os Hipertensos:

Uma dieta rica em

  • Vegetais
  • Frutas
  • Verduras
  • Grãos
  • Fibras
  • Alimentos com baixa densidade calórica
  • Alimentos com baixo teor de gorduras saturadas
  • Dar preferência aos alimentos cozidos, assados, grelhados ou refogados
  • Usar sempre temperos naturais
  • Limitar a ingestão de sal
  • Não beber álcool
  • Não fumar
  • Evitar doces e frituras

Luma Monteiro afirma que o consumo de sal não deve ultrapassar  a duas gramas por dia. Logo, a ingestão de alimentos naturais é essencial, bem como buscar diminuir o consumo de conservas, embutidos, defumados e enlatados.

Em caso de dúvidas, procure um nutricionista de confiança para realizar uma dieta focada que privilegie o consumo de alimentos saudáveis, além de procurar um profissional da área de educação física para iniciar uma rotina de atividades físicas.

 

Assessoria de Imprensa Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

Share This:

Você sabe o que é o Inovando com MinhaNutri?

Atualmente com a nossa rotina de vida corrida, fica difícil ter tempo para investir em nossa saúde. Por isso, criamos o Projeto Inovando com MinhaNutri que visa atender pessoas que precisam de uma mudança rápida e eficaz no seu estivo de vida porém, não encontra tempo para se deslocar até um especialista.

Os atendimentos serão realizados em grupos nas organizações em geral como empresas, academias, condomínios e escritórios.

O projeto foi pensado de maneira a não influenciar na rotina de trabalho dos colaboradores e serve como alternativa para manter a saúde dos funcionários minimizando os afastamentos e ausências no trabalho por motivos de doença. Se você trabalha em alguma empresa e acredita que este projeto pode fazer a diferença, peça a sua apresentação por e-mail e envie para o setor responsável (comercial.minhanutri@gmail.com).

Ou se você tem uma empresa e ficou interessado na nosso projeto, solicite uma apresentação pessoal e nós iremos até você. Fale conosco pelo: comercial.minhanutri@gmail.com ou pelo telefone: 21 97686-0843.

Peça A Sua Apresentação do INOVANDO COM MINHA NUTRI Clicando Aqui!

 

Aprender, Comer, Viver:

“Nosso alvo deve ser colocado como o maior dos nossos objetivos. Assim, será certo que iremos atingi-lo!”

Nossos grupos são de reeducação alimentar, e os especialistas irão acompanhar semanalmente os participantes com atividades de educação nutricional, dinâmicas de grupo, palestras e muito mais.

O Grupo de especialistas Inovando Com MinhaNutri é composto uma equipe multidisciplinar de nutricionista, educador físico e psicológo com o foco na qualidade de vida. Onde iremos abordar temas como organização, ginástica elaboral, reeducação alimentar e muito mais.

Em cada encontro, uma novidade para você:

  • Emagrecimento saudável
  • Diferença de fome e vontade de comer
  • Diferença entre Light, Diet e Zero
  • Qual melhor forma de adoçar?
  • Malefícios do Sódio no organismo
  • E muito mais…
Peça A Sua Apresentação do INOVANDO COM MINHA NUTRI Clicando Aqui!

 

Para tornar um ambiente mais interativo e desafiante, criamos O Nosso Clube de Benefícios, onde nossos parceiros irão presentear nossos participantes do projeto com brindes incríveis.

Apenas os participantes que baterem as metas da semana irão concorrer, podem ser voucher de descontos, produtos ou ingressos.

Você não pode ficar de fora!

Estamos esperando por você, peça sua apresentação no comercial.minhanutri@gmail.com ou pelo telefone: 21 97686-0843

Share This:

Bolo de Pote de Whey Protein com Batata Doce – Para Comer Sem Culpa

Quem treina na academia já deve estar familiarizado com este nome: Whey Protein. Esta é uma proteína oriunda do soro do leite que é extraída durante o processo de fabricação do queijo. Para quem não sabe, o Whey Protein fornece aminoácidos essenciais para o corpo humano, porém sem a adição de gordura e colesterol, dependendo da sua classificação.

Depois de todo processo de filtração, o Whey Protein pode ser classificado em 3 tipos:

  • Whey Protein Concentrado – que é recomendado para quem deseja obter mais massa muscular magra sem gastar muito dinheiro, pois o seu custo benefício é mais em conta em relação as outras classificações. Isso ocorre porque esta versão de Whey passa apenas por um processo de filtragem, onde existe de 70-80% de proteínas e o restante é composto de gorduras e carboidratos.
  • Whey Protein Isolado – esta classificação tem uma concentração maior de proteínas, pois passa por mais processos de filtragens, podendo chegar em até 95% de proteínas. Entretanto, em termos de investimento, este tipo de proteína é um pouco mais cara em relação ao citado acima.
  • Whey Protein Hidrolisado – é um produto que passa por um processo de filtragem ultra minucioso, que quebra as cadeias proteicas em fragmentos conhecidos como peptídeos. A grande vantagem deste Whey Protein é que ele tem uma absorção rápida pelo organismo.

Benefícios do Whey Protein:

  • Fortalecimento e crescimento muscular
  • Ação antioxidante, com rápida absorção pelo corpo
  • Aumenta a síntese proteica depois do treino
  • Melhora no desempenho no desenvolvimento dos exercícios aeróbicos
  • Combinação de aminoácidos necessários para manter o bom desempenho dos treinos
  • Resposta eficaz das células quanto a otimização dos hormônios
  • Manutenção do sistema imunológico

Desvantagens do Whey Protein:

Quem é intolerante a lactose não deve fazer o uso deste produto. Efeitos colaterais como gases, diarreias, má digestão e cólicas podem ocorrer.

Delícias Saudáveis Com Whey Protein:

Pensando em como alinhar delícias saudáveis com suplementos que podem contribuir para o treino de cada dia tanto para atletas quanto para praticantes de atividades físicas de maneira amadora, a nutricionista Luma Monteiro criou o Delícia de Whey Protein a base de batata doce com geleia de morango diet como cobertura.

Esta é uma maravilha que você nunca viu igual, para comer sem culpa. Este é um bolo vegano na versão cacau com Whey Protein. Não contém açúcar, ovo, leite e manteiga.

Totalmente natural e nutritivo. Fizemos especialmente para você que se preocupa com sua saúde e qualidade de vida. Vendas por encomenda.
Luma Monteiro atende pedidos na na Barra da Tijuca e adjacências. Acesse o @minhanutri e faça o seu pedido inbox.

Outros Sabores: Cacau com Coco, Cacau com maracujá e Cenoura com Cacau.

Valor R$ 15,00 a unidade.

 

Assessoria de Imprensa Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

Share This:

Benefícios da Batata Doce: Conheça A Sobremesa Que Você Pode Comer Sem Culpa

A batata doce é super conhecida no meio fitness porque ela tem muitos benefícios. Não é de hoje que os praticantes de atividades físicas e atletas apostam neste alimento para queimar a gordura e ter ganho de massa muscular.
Com certeza você já deve ter visto receitas de escondidinho de batata doce, de batata doce em palito, batata doce cozida, entre outros. Mas, você sabia que com este mesmo ingrediente super nutritivo e com alta concentração de fibras dá para fazer sobremesas deliciosas?
Pois, então. A nutricionista Luma Monteiro está sempre inovando e lançando receitas exclusivas e hoje não vai ser diferente. Aqui você vai descobrir que é possível comer um mousse de chocolate, de maracujá (ou o sabor que você quiser) feito de batata doce.

Hummmm mas será que fica com gosto de batata doce? Não! Dentro desta receita, ela auxilia a dar aquela textura durinha das mousses e também contribui com todos os seus benefícios, que não são poucos.

Benefícios da Batata Doce:

 

Afinal de contas, o que estas sobremesas têm a ver com isso?


Sendo elas feitas a base de batata doce, dá para você comer sem culpa. Pode, inclusive, presentear na páscoa com belos mousses de cacau fit. Sem dúvidas, esta é uma boa maneira de ter mais energia para treinar e ficar de bom humor pelo resto do dia, já que o chocolate tem propriedades que liberam a serotonina, hormônio do prazer.

Minha Nutri Aceita Encomendas:

Minhanutri vai lançar especial de Páscoa bolo de pote Fit a base de batata doce.
Uma maravilha que você nunca viu igual, para comer sem culpa.
Bolo vegano na versão cacau e cenoura com laranja e linhaça . Não contém açúcar, ovo, leite e manteiga.
O musse e a base de batata doce na versão cacau, coco e maracujá. Não contém leite condensado, creme de leite, gelatina e açúcar.
Totalmente natural e nutritivo. Fizemos especialmente para você que se preocupa com sua saúde e qualidade de vida. Vendas por encomenda. Contato in box atendemos na Barra da Tijuca.
Sabores: Cacau com Coco, Cacau com maracujá e Cenoura com Cacau.
Valor R$ 15,00 a unidade.

Share This:

Feliz Dia Da Mulher! Aproveite o Seu Dia Para Manter Hábitos Saudáveis

Aproveitando o Dia Internacional das Mulheres, o post de hoje da Minha Nutri vai falar sobre como manter uma alimentação saudável, sem deixar de comer por muitas horas com uma medida simples e prática: mantendo alimentos nutritivos na sua bolsa.

Somos mulheres fortes, determinadas e verdadeiras guerreiras. Diariamente realizamos diversas tarefas como atenção especial ao nosso trabalho, carreira, educamos nossos filhos, entre outras situações e momentos.

Exatamente por este motivo que, por muitas vezes, deixamos de dar aquela atenção especial a nossa alimentação. Entretanto, para que possamos manter o nosso corpo em forma, devemos ingerir alimentos a cada 3 horas. Claro que estes alimentos devem ser saudáveis, nada muito calórico e nem gorduroso, afinal de contas queremos estar lindas para nós mesmas, não é verdade?

De acordo com a nutricionista Luma Monteiro, “é preciso comer para emagrecer. Sim, é verdade porque se ficamos sem ingerir nenhum alimento por muitas horas, nosso corpo acaba entendendo que deve estocar mais calorias para nos fornecer energia necessária até o momento em que iremos nos alimentar de novo. Quando comemos a cada 3 horas, nosso organismo entende que não precisa estocar energia e o metabolismo funciona corretamente”, explica.

O que levar na bolsa para não se esquecer de nos alimentarmos durante o dia?

  • Pacote de maçã desidratada
  • Chips de banana
  • Barrinhas de cereais veganas
  • Proteína em garrafinha cujo preparo é super prático
  • Mix de nuts
  • Água saborizada e isotônico com colágeno

Para Luma Monteiro, estas são ótimas opções pra se ter na bolsa, pra comer no horário que você não consiga ter tempo pra fazer uma refeição. Todas estas opções você pode encontrar na Mundo Verde (insta para seguir: @mundoverdeextraricardojafet), pois são saudáveis, nutritivas e que agregam muito valor nutricional para a dieta.

Assim você consegue não usar o biscoito recheado ou chocolate que tem muito açúcar, calorias e gorduras. Todas estas dicas acima podem entrar tranquilamente como um suporte para a dieta, são embalagens práticas e pequenas e cabem em qualquer lugar, inclusive na sua bolsa! Fornecem fibras, nutrientes, vitaminas, minerais que dá pra gente consumir durante o dia evitando ficar muitas horas sem comer.

Por isso, neste dia de hoje pense mais um pouco em você, mulher! Sabemos que o seu coração cabe todos os amigos e toda a família, mas também precisamos pensar na nossa saúde! Feliz Dia Internacional das Mulheres!

 

Assessoria em Nutrição Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

Share This:

24 Atitudes Magras Em Breve No Live Do Facebook Minha Nutri

Olá amigos do Blog da assessoria em nutrição Minha Nutri!

Estamos aqui para fazer um convite, que tal participar da nossa série que irá ao ar ao vivo todos os dias no live do Facebook, a partir do dia 6 de março?

A Minhanutri irá falar sobre atitudes magras que precisamos ter para sermos saudáveis.
A cada dia a Nutricionista Luma Monteiro trará uma mensagem nova. Você não pode perder!

Entra Aqui:  24 Atitudes Magras e tenha mais informações 🙂

Share This:

Alimentação pós-maternidade: foco na saúde e não no peso!

Carol Dias @nozfotografia

Tornar-se mãe é uma mudança e tanto na vida de uma mulher. Claramente conseguimos dividir a vida entre antes e depois da maternidade. Essa mudança envolve questões psicológicas, a rotina da casa, o relacionamento com o marido e, obviamente, o corpo.

Vejo muitas mães (recém-mães) preocupadas em voltar ao seu peso anterior à gestação. Vejo algumas, inclusive, fazendo umas dietas bem malucas – e certamente pouco saudáveis – para alcançar esse objetivo. Mas será que esse objetivo – perder peso – deveria ser tão importante nesse momento?

Há tantas adaptações necessárias com a chegada de um filho! A vida fica bem caótica por um tempo. E sim, precisamos aprender a lidar com essa nova situação. Sim, precisamos reaprender a reconhecer a pessoa que vemos no espelho.

Não é fácil. Leva um tempo até entendermos nosso novo lugar no mundo. Agora somos mães, temos uma pessoinha totalmente dependente de nós. Mas continuamos a ser esposa, profissional, mulher. Amadurecemos com esse acréscimo a nossa identidade.

Um exercício que podemos (devemos) fazer é estender esse amadurecimento para questões relacionadas a nossa saúde. É nesse contexto que entendo que o foco deve estar: na saúde, não no peso. Entendem a diferença?

Durante a gestação e amamentação, temos um cuidado todo especial com a nossa alimentação porque ela interfere diretamente na alimentação do bebê. Precisamos manter esse cuidado mesmo depois do filhote estar mais crescidinho.

Não adianta cuidar da introdução alimentar do filho, mas comer de forma pouco saudável! Até porque, as crianças são muito espertas e aprendem muito por meio do exemplo e da observação. Elas nos imitam, inclusive, nas escolhas na hora da refeição.

Soma-se a isso um ponto muito simples: precisamos estar saudáveis para podermos cuidar dos pequenos! Fazer exames periodicamente, praticar atividade física, ter uma alimentação saudável, tudo isso é fundamental para uma mãe.

Além disso, precisamos lembrar que só conseguimos criar crianças felizes se nós mesmas estivermos felizes. Sabe aquela história de que quando há despressurização da cabine do avião primeiro devemos colocar as máscaras de oxigênio na gente e só depois nas crianças? É o mesmo princípio!

Sei, vocês concordam com tudo isso, mas – há sempre um mas – alguém vai dizer que não tem tempo para isso. Que mãe não consegue ir à academia. Que mãe tem outras prioridades além de frequentar uma nutricionista ou ir ao médico.

Carol Dias @nozfotografia

Pois bem, eu penso que é apenas uma questão de vontade e organização! Cada uma precisa ver o que funciona para si e adaptar as coisas para o seu estilo de vida. Olha só: eu não consigo almoçar em casa todos os dias. Mas opto por comer em restaurantes de qualidade e fazer um prato balanceado durante a semana. Já aproveito e pego uma marmita para a jantinha do filhote!

Nos finais de semana, com mais tempo, convido o pequeno para ajudar na cozinha. Passamos um tempo bem bacana juntos, ele se diverte, eu cuido da alimentação da casa e ainda o ensino a comer bem.

Não consigo frequentar uma academia. Mas aproveito o tempo livre que tenho para passear com meu filho, levá-lo ao parque, pedalar, trocar o elevador pelas escadas. Brincando fazemos um bocado de atividade física!

É isso que quero dizer! Ninguém precisa sair por aí fazendo nenhuma dieta maluca. Nem, tão pouco, se lamentar porque não tempo para cuidar de si. Basta aproveitar as oportunidades que temos no dia a dia mesmo. Se prestarmos atenção, veremos que não é tão difícil assim levar uma vida mais saudável. Deixa a preguiça de lado! Vale a pena!

Se quiserem saber mais sobre o meu processo pessoal de reconhecer meu novo estilo de vida depois da maternidade, é só conhecer o Projeto “Quero minha barriga de volta”. A barriga é só uma desculpa para eu voltar a cuidar de mim. Vou adorar a visita de vocês no meu blog: Só Melhora!

 

 

Talita Rodrigues Nunes, 35 anos, casada com meu príncipe Charlles, mãe do Vinicius, de 3 anos. Criadora de conteúdo do blog Só Melhora e respectivas redes sociais. Depois que me tornei mãe, ouvi muitas pessoas dizendo que filho é como videogame: a próxima fase é sempre mais difícil. Não concordo. Eu acho que “só melhora”!

Share This:

Volta às Aulas: Dicas de Lanches Saudáveis Para Seu Filho Comer Bem na Escola

Para quem é mamãe e tem filhos na escola, parece que o ano começa mesmo quando as aulas dos pequenos iniciam, não é mesmo? Por isso que aqui no Blog Minha Nutri você vai ter dicas especiais de lanches saudáveis e nutritivos para seu filho comer na ‘hora da merenda’!

Mas, antes de iniciarmos a nossa receitinha super gostosa, vamos falar um pouco sobre os riscos para a saúde relacionados à obesidade infantil que permeia todo este universo de lanches escolares. Será que você está fazendo a coisa certa ao oferecer um pacote de biscoito e um suco de caixinha para seu filho levar? Será que dar dinheiro para ele comprar um salgado e um refresco na cantina da escola é a coisa mais certa a ser feita?

Aqui você vai descobrir tudo o que precisa saber para não deixar a peteca cair e cuidar da saúde dos seus pequenos, afinal de contas, a questão da obesidade é algo a ser levado muito a sério.

Obesidade infantil já é uma realidade no país:

 

Você sabia que a obesidade infantil aqui no Brasil já atingiu índices tão grandes que está sendo considerada uma epidemia? Os dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia Estatística, apontam que 15% das crianças entre 5 a 9 anos têm obesidade. A pesquisa também revela que uma em cada três crianças ainda não atingiram o nível de obesidade, mas estão acima do peso recomendado pela OMS, Organização Mundial da Saúde.

Ainda de acordo com o IBGE, a partir de pesquisas de alimentos que são consumidos pelas famílias brasileiras, foi possível constatar que pão, biscoitos, arroz e macarrão são responsáveis por cerca de 35% das calorias ingeridas pelos brasileiros em casa. E que refrigerantes e doces somam 13% dos produtos consumidos, 12% representa a ingestão de carnes e, por fim, com apenas 2%, estão as frutas e sucos naturais que são compradas pelos brasileiros e, por último, as verduras e legumes representam 0,8% deste consumo.

Ou seja, o brasileiro está sendo criado, desde a sua infância, para comer mais produtos industrializados, com alto índice de gordura, açúcar e sal.

Os hábitos alimentares saudáveis iniciam dentro de casa:

De acordo com a nutricionista Luma Monteiro, refrigerantes, salgadinhos, guaraná natural, biscoitos salgados (tipo fandangos e batata) e os biscoitos recheados não devem ser incluídos como opção de lanche para as crianças levarem para escola e nem comer dentro de casa, pois estes alimentos são as principais causas da obesidade infantil. Sem contar que levar seus filhos para comer em restaurante fast food para ganhar brinquedos é uma maneira de criar a necessidade de o seu filho comer hambúrgueres para ser recompensado no final com um presente. “Ame e cuide da alimentação do seu filho”, ressalta Luma.

Veja os rótulos de alguns alimentos industrializados e seus perigos para a saúde:

Biscoitos salgadinhos e recheados:

quantidade de calorias e sódio de biscoitos salgados tipo ‘Fandangos’

 

quantidade de calorias de um pacote de biscoito recheado

Refrescos, sucos de caixinha e refrigerantes:

Néctar tem mais açúcar que o refrigerante. Achocolatados são vilões. O consumo ideal seria de 1 colher de sopa em em 200ml de qualquer bebida por mês.

 

Lute contra a falta de tempo e comodidade:

Por muitas vezes nos pegamos optando pela forma mais fácil e rápida de proporcionar o lanche das crianças devido à falta de tempo e da correria do dia a dia. Entretanto, a questão da obesidade infantil é algo muito sério e precisamos valorizar mais o que estamos colocando na lancheira de nossas crianças.

Afinal de contas, ele vai aprender o que é bom ou não a partir do exemplo que vê em casa. É claro que não temos como prever se eles vão comer um biscoito do amiguinho durante o recreio, mas isso não quer dizer que tenhamos que compactuar com isso. Daremos a eles o que é saudável e nutritivo, mesmo que nem sempre possamos controlar tudo o que eles comem, que pelo menos o nosso exemplo esteja de acordo com uma qualidade de vida que vai refletir na saúde deles no futuro, afinal de contas, o que ele come em casa e leva para escola representa a maior parte de sua alimentação.

Diga não ao comodismo!

Precisamos quebrar barreiras e nos despir de preconceitos:

Hoje em dia os valores estão tão invertidos que muitas pessoas – e não são poucas – acabam se encontrando em situações perigosas. Há gente que acha que não dar dinheiro para seu filho comer na escola ou não dar o melhor biscoito ou o doce mais caro do mercado é sinal de que seu filho não tem ‘do bom e do melhor’, como diz o ditado popular.

E que fazer com que eles levem frutas e outros lanches mais simples, porém mais saudáveis é sinal de que o filho ‘não tem o que comer em casa’. Esse tipo de pensamento também é alimentado entre as próprias crianças na escola, então vale também conversar com seu filho e explicar a ele que não se trata de uma situação de status e sim uma questão de saúde e bem estar.

Deixe seu filho participar da produção do lanche escolar:

Uma boa maneira de fazer com que seu filho goste do que está levando para escola, e entenda que aquele é o melhor lanche para ele, é o deixando ajudar na produção do lanche. Além de tudo, é uma boa maneira de aumentar a produtividade e fazer com que ele aprenda a importância de se alimentar bem desde cedo. Veja aqui esta dica super interessante da nossa nutricionista Luma Monteiro e de seu filho Efraim.

Salada de frutas no potinho:

Efraim Lucca, filho de Luma Monteiro, preparado para lanchar 🙂
  • 1 maçã
  • 1 kiwi
  • 1 pote de iogurte natural
  • Mel para adoçar
  • 1 pote de requeijão ou outro alimento (vazio)

Modo de preparo:

Corte as frutas em cubinhos e coloque no pote de vidro (que você vai reaproveitar e não vai jogar fora na natureza). Em seguida coloque o iogurte natural por cima e o mel para adoçar. Feche o pote e coloque em uma bolsa térmica pequena para não estragar o alimento.

As frutas são saudáveis, doces e ainda tem o iogurte e o mel para dar um sabor mais especial. Seu filho vai ficar alimentado durante a aula, terá uma ótima opção de lanche para o recreio e ainda estará livre dos perigos da obesidade infantil.

Dica Minha Nutri:

Efraim e Luma provando Só Snacks Brazil 🙂

O Rolinho de Frutas da Só Snacks (insta: @sosnacksbrazil) é uma ótima opção para a mamãe que não tem muito tempo a perder e ainda sim quer dar um lanche saudável e nutritivo para seus pequenos. De diversos sabores, você dá ao seu filho um lanche com valor nutricional e super saudável. Nós já experimentamos aqui em casa e adoramos!

Vale lembrar que o hábito saudável não é somente para ser mantido no lanche da escola. Fique atento quanto ao o que seu filho está comendo dentro de casa. Achocolatados, sucos de caixinha, biscoitos, entre outros produtos industrializados que você come e oferece para ele é um mau exemplo para a dieta do seu filho, lembre-se disto.

Share This:

Você sabe a diferença entre: refresco, néctar e suco da fruta? Veja se você está comprando o mais saudável:

Talvez, uma das coisas que mais seja manipulada pelo marketing dos alimentos industrializados são as informações relacionadas às bebidas que possuem alguma concentração de frutas. Há quem acredite que basta comprar uma latinha ou caixinha de refresco no mercado que já está cuidando mais da saúde. Que pelo simples fato de não estar levando refrigerante para casa, já está fazendo a diferença para manter a sua qualidade de vida, e, consequentemente, conservando a sua boa forma.

Evidentemente que a culpa não é do consumidor. Se a embalagem fosse mais verdadeira e se as informações nutricionais não fossem colocadas em letras miúdas no cantinho mais complicado da embalagem do produto, as pessoas poderiam ter a chance de optar de uma maneira mais consciente sobre que tipo de bebida levar para casa.

Ocorre que a indústria dos alimentos, obviamente sem generalizar, e seu marketing manipulador, por muitas vezes, acabam por influenciar em embalagens chamativas e dúbias com o intuito de ‘ganhar’ o consumidor antes mesmo que ele tenha a ideia de ler o rótulo. Funciona assim com qualquer tipo de alimento e as bebidas industrializadas não ficam fora disso.

O Blog Minha Nutri hoje vai te mostrar quais são as principais diferenças entre refresco, néctar e suco da fruta, vai te ensinar a ler as informações nutricionais, ou seja, entender mais sobre a rotulagem destas bebidas para que você não saia enganado do mercado. Boa leitura!

O que é refresco?

Este é o pior produto em termos de quantidade de açúcar. O refresco possui uma concentração menor que 25% da fruta, ou seja, de fruta mesmo não tem quase nada. Já o açúcar concentrado é tão elevado que podemos considerar o refresco uma espécie de refrigerante de fruta sem gás.

Além de conter aditivos, corantes e conservantes. Em alguns países, há refrescos que possuem apenas 5% da fruta.

O esquema ao lado mostra as principais diferenças das bebidas: refresco, néctar e suco integral.

O que é néctar da fruta?

Geralmente quando lemos que o produto que queremos comprar é feito do ‘mais puro néctar da fruta’, ficamos tentados em levar para casa, afinal de contas, quem não quer ter uma bebida deliciosa feita da fruta em casa, cheia de ‘gominhos da fruta’? Tome cuidado com as embalagens e procure ler o rótulo para saber a quantidade de açúcar e sódio destas bebidas.

O néctar possui cerca de 20 a 50% de polpa da fruta, o restante é composto por água, suco artificial, açúcar, corante, conservante e aromatizante.

O que é suco integral?

Já o suco integral é composto de 100% da polpa da fruta, além de não ter conservantes, nem corantes, aromatizantes e não são adoçados artificialmente. Esta é a bebida mais saudável que você vai encontrar nos mercados. Por outro lado, por se tratar de um produto integral, a sua validade é bem menor em relação ao refresco e néctar.

Portanto, na hora que for escolher uma bebida saudável, opte pelo suco integral da fruta.

O que é Suco em pó?

Podemos dizer que não é suco da fruta. O suco em pó possui 1% da fruta, obtido pela desidratação do suco integral. Carboidratos e açúcares são os principais componentes destes produtos e o seu teor de sódio é muito grande, portanto, hipertensos precisam ficar atentos quanto à ingestão deste tipo de bebida.

Quais informações devemos levar em consideração na rotulagem das bebidas?

De acordo com pesquisa científica “Avaliação crítica da legislação brasileira de sucos de fruta, com ênfase no suco de fruta pronto para beber”, publicada na Revista de Nutrição, de julho de 2010, “a RDC nº 360, declara que é obrigatório conter na rotulagem nutricional a quantidade do valor energético e dos seguintes nutrientes: carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio. A declaração do teor das vitaminas e minerais é opcional, sempre e quando estiverem presentes em quantidade igual ou maior a 5% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) por porção indicada no rótulo. A informação nutricional deve aparecer agrupada em um mesmo lugar, estruturada em forma de tabela, com os valores e as unidades em colunas. Se o espaço não for suficiente, pode ser utilizada a forma linear”, alerta pesquisa.

Cuidado com o rótulo:

Aqui temos um exemplo bastante esclarecedor sobre o que estamos discutindo aqui. Este é um suco que se intitula como integral. Mas, quando olhamos as informações nutricionais, descobrimos certas disparidades.  Nos ingredientes consta que tem açúcar, quando na verdade, de acordo com as regras de rotulagem da ANVISA, o suco integral é feito apenas da polpa da fruta, sem adição de açúcares.

Ou seja, não acredite de cara nas informações que você lê na embalagem e em textos ‘bonitinhos’. Compare as informações e veja se realmente vale a pena comprar o produto, por mais bonito e com uma embalagem chamativa que seja.

Hoje em dia tem sido muito mais difícil enrolar o consumidor, pois a sua grande maioria está mais consciente quanto à importância da rotulagem nutricional. Porém, ainda existem pessoas que não se atentam para as informações nutricionais e isso pode ser extremamente maléfico para a saúde. Hipertensos precisam estar muito atentos quanto à quantidade de sódio que os alimentos industrializados possuem, por exemplo. O sódio não está presente somente nos alimentos salgados. Este é um tipo de conservante que também é inserido em bebidas ou alimentos doces. Por isso que é preciso sempre estar de olho no rótulo.

Agora que você já sabe no que deve prestar atenção na hora de escolher a sua bebida no mercado, pense que muitas pessoas compram estes refrescos e néctar para seus filhos achando que estão fazendo um bom negócio e compartilhe estas informações com seus amigos!

Se você puder comprar a fruta e fazer a sua própria bebida em casa ainda é melhor. Mas, é importante saber que existem boas opções no mercado também, basta saber procurar e ler o rótulo, sempre!

Assessoria de Imprensa Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

Share This:

Importância da Rotulagem Nutricional – Aprenda a ler as informações dos alimentos que você come

Os rótulos com as informações nutricionais contidas nos alimentos que são vendidos em mercados e estabelecimentos, de uma maneira geral, são extremamente importantes para a população porque é a forma mais exata e eficiente de destacar quais são as substâncias, ingredientes, bem como a quantidade de cada uma delas a fim de alertar a sociedade dos riscos para a saúde que os produtos podem oferecer ou não para o consumidor.

Assim, a indústria de alimentos fica obrigada a informar fidedignamente quais são os componentes dos alimentos que vendem. Esta medida tem como principal objetivo regulamentar e adequar a forma como os alimentos são comercializados, com a ideia de promover dietas mais saudáveis, equilibradas e reduzir os riscos de desenvolver alergias e outras doenças crônicas.

É importante salientar que de acordo com a crescente demanda da própria população ávida por ter mais conhecimento a respeito do que estão cozinhando e pondo à mesa, que o governo se esforçou ainda mais para implantar um plano de rotulagem mais eficiente, provando que as cobranças e pontuações da sociedade ajudam e muito os setores de estudo e de pesquisas públicas na área de nutrição.

Você sabe quando um produto precisa conter informação nutricional?

Segundo o Manual de Orientação às Indústrias de Alimentos da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a rotulagem nutricional deve ser aplicada a todos os alimentos e todas as bebidas que são comercializados, bem como embalados na ausência do cliente. Ou seja, todos os produtos do mercado, exceto aqueles produtos de padaria, laticínios, etc. que são embalados na hora e na frente do consumidor, devem conter o rótulo com a informação nutricional.

Alguns produtos, entretanto, ficam dispensados da rotulagem nutricional obrigatória, tais como:

  • As águas minerais e demais águas destinadas ao consumo humano;
  • As bebidas alcoólicas;
  • Os aditivos alimentares e coadjuvantes de tecnologia;
  • As especiarias, como pimenta do reino, cominho, noz moscada, canela e outros;
  • Os vinagres;
  • O sal (cloreto de sódio);
  • Café, erva mate, chá e outras ervas sem adição de outros ingredientes;
  • Os alimentos preparados e embalados em restaurantes e estabelecimentos comerciais, prontos para o consumo, como por exemplo, sanduíches embalados, sobremesas do tipo flan ou mousses ou saladas de frutas e outras semelhantes.
  • Os produtos fracionados nos pontos de venda a varejo, comercializados como pré-medidos. Alimentos fatiados como queijos, presuntos, salames, mortadelas, entre outros.
  • As frutas, vegetais e carnes in natura, refrigerados ou congelados;
  • Produtos que possuem embalagens com menos de 100 cm2 (esta dispensa não se aplica aos alimentos para fins especiais ou que apresentem declarações de propriedades nutricionais).

Você sabe quais são as informações corretas que devem conter nos rótulos?

A ANVISA disponibiliza uma tabela que serve como modelo de rótulo a ser seguido de forma obrigatória pelas indústrias de alimento. Veja:

Disponível no portal da ANVISA.

Segundo a nutricionista e empresária da Minha Nutri, Luma Monteiro, “nós temos que criar o hábito de olhar a rotulagem para sabermos que ingrediente, que quantidade de gordura e de sódio foi levado em determinado produto. Tem alimentos, por exemplo, como o refrigerante, que é doce, mas que contém muito sódio. Quando falamos de sódio, costumamos nos lembrar de somente o sal de cozinha, mas na verdade os produtos industrializados e embutidos tem uma quantidade muito grande de sódio. Temos também que nos preocupar com incidentes alérgicos, pois existem alimentos que você nem imagina que levou ovo ou leite (e às vezes nem leva mesmo, mas pode conter traços destes alimentos, conforme vimos no artigo de ontem, sobre Rotulagem dos Alimentos Alergênicos) e isso causar um problema grave para alérgicos. Então é importante que leiam, porque mesmo que você ache que não tenha determinado ingrediente, pode ser que você esteja enganado e isso venha a lhe trazer algum malefício para a saúde”, enfatiza.

Foi mais ou menos assim que aconteceu com a dona de casa Rose Mary Pacheco, de 58 anos, hipertensa, que costumava comer no lanche da tarde uma porção de cerais matinais. Só depois que começou a sentir alterações constantes na sua pressão arterial foi que a dona de casa percebeu que um simples lanche estava agravando seu problema de saúde. Alguns cereais matinais podem conter 176mg de sódio em uma quantidade de 30 gramas.

Como identificar os ingredientes e entender o que está contido na rotulagem nutricional dos alimentos?

Os ingredientes na rotulagem tem que seguir uma ordem, de acordo com o Manual da ANVISA, ou seja, a Rotulagem Nutricional segue o esquema de ordem decrescente, logo, os primeiros ingredientes que aparecerem na lista dos rótulos são os que estão em maior quantidade naquele determinado produto e os últimos, por conseguinte, em menor quantidade.

Luma Monteiro explica que se “as informações nutricionais já começarem com açúcar e gordura, por exemplo, então isso já significa que este produto tem muito mais gordura e açúcar do que outros nutrientes, o que podemos concluir que, de fato, não é um produto ideal para quem está pensando em cuidar da sua saúde. Precisamos observar a questão da gordura trans que é uma substância muito usada na indústria de alimentos porque funciona como conservante, dá mais sabor e crocância aos alimentos também e aumenta a vida do produto nos mercados e isso faz muito mal para a saúde, então se a gente conseguir ler os rótulos e aprendermos esta importância, nós conseguimos escolher produtos mais saudáveis”, pontua a nutricionista.

Se você é nutricionista e quer entender como funciona o cálculo das informações nutricionais, clique aqui para ver o passo a passo.

 ‘Olha O Rótulo’, perfil do Instagram alerta sobre as informações nutricionais dos produtos:

A estudante do 9º período de Nutrição da Universidade Federal de Juiz de Fora, Layla Procópio, 22 anos, teve a ideia de lançar o instagram ‘@olhaorotulo’ depois de uma atividade na faculdade sobre educação alimentar e nutricional em que os alunos ficavam responsáveis por selecionar alguns produtos e incluir a quantidade de açúcar que cada um deles continha. Layla percebeu que todos ficavam abismados todas as vezes que reparavam na quantidade absurda de açúcar usado na composição de alguns alimentos e teve a ideia de lançar o perfil nas redes sociais a fim de alertar as pessoas, de uma maneira mais ampla, da importância de ler e compreender como funciona a rotulagem dos produtos comercializados.

“Todas as pessoas ficavam espantadas com a quantidade de açúcar que cada alimento tinha cada vez que colocávamos os saquinhos ao lado dos alimentos que eles consumiam praticamente todos os dias. Então eu percebi a necessidade de difundir essa informação para mais pessoas, não só abordando a quantidade de açúcar, mas também sódio, aditivos, gordura hidrogenada, entre outros ingredientes que, se consumidos em excesso, podem trazer malefícios para a saúde”, revela a estudante.

Seu perfil ‘@olhaorotulo’ conta com conteúdo diário e informações importantes para a sociedade e têm mais de 40 mil seguidores. O que só corrobora com o fato de que as pessoas estão realmente mais interessadas com os ingredientes que estão ponho em suas mesas.

Fique de olho na semana de orientação sobre rotulagem nutricional que o Blog Minha Luma está realizando e veja amanhã tudo sobre as embalagens e os meios de manipular as informações de seus produtos para confundir os consumidores quanto às informações nutricionais dos alimentos e não caia nessa pegadinha!

Assessoria de Imprensa Minha Nutri – comercial.minhanutri@gmail.com

Share This: